sábado, 20 de abril de 2013

Obrigada por fumar



 Todo fumante vive um certo dilema em sua vida: parar com esse prazer quase proibido ou se entregar completamente à tentação?  Devo dizer que me sinto até envergonhada quando acendo um cigarro na rua, vou explicar o por quê:
Todos sabemos que o cigarro é nocivo à saúde, que faz muito mal. Porém é um prazer maravilhoso, traz uma calma inexplicável e em momentos de tensão um cigarrinho pode fazer milagres, pelo menos essa é a minha experiência. Mas fumar me causa uma vergonha do tamanho da cara de pau de certos políticos. Por exemplo: todo dia, quando vou comprar meu cigarro, pela manhã, ouço um homem no bar falar: “Uma menina tão nova fumando, pára com isso” e solta um risinho. Porém este indivíduo está sempre tomando uma cerveja. Várias vezes pensei em falar: “Um senhor tão barrigudo bebendo cerveja todo dia logo de manha, pára com isso” e dar-lhe um tapinha amigável nas costas.
Inúmeras vezes fui parada por senhorinhas nas ruas, todas falando que meninas jovens não deveriam fumar. Meus pais, fumantes, diga-se de passagem, dizem que sou jovem e bonita para fumar. Minha irmã fala que meus dentes vão ficar amarelos. Eu não posso deixar de me perguntar: eles acham que eu não sei os malefícios do cigarro? Afinal, eles vêm estampados de maneira bastante assustadora na caixinha ou no maço. Mesmo assim minha única reação quando ouço qualquer comentário do tipo é pedir desculpas, mesmo sabendo que não deveria.
Quando vejo alguém bebendo, não vou lá azucrinar falando que aquilo poderá, eventualmente causar um estrago em seu lindo fígado. Quando vejo alguém comendo fritura não falo nada sobre os malefícios da gordura saturada e quando vejo alguém fumando um baseado certamente não vou encher a paciência falando como aquilo pode acabar com seu pequeno cérebro. Chega de perseguir os fumantes. A partir de hoje deixo claro: nada mais de me desculpar por fumar.

3 comentários:

  1. Tem uma questão muito forte da mídia aonde o Ministério da Saúde investiu fortemente para campanha contra o tabagismo, reza a lenda que surgiu bons resultados, naturalmente pensar que com toda essa mídia contra o tabagismo as pessoas adeririam abertamente contra este mau hábito.

    Mas sei lá, fumei por um bom tempo (e olha que mau tenho 20 anos lol) e realmente ficar azucrinando o fumante não ajuda em porra nenhuma, aliás, só aumenta o estres, estres este que em maior parte é devido a falta de nicotina no organismo do que realmente devido a irritação de terceiros, mas enfim, não quero ser mais um azucrinaldo por aqui HUE

    texto maneiro,
    B.M.

    ResponderExcluir
  2. Allan Cruz (Kato)22 de abril de 2013 05:25

    A real é que a maioria das pessoas acha que o "faça o que digo mais não faça o que faço" irá resolver todos os problemas e aqueles que ja pararam de fumar se tomam o direito de chegar e, certas vezes, impor que façamos porque nao faz bem. Cada um sabe o que faz e tem liberdade suficiente para fazer o que quiser. Eu parei de fumar, mais nao vou ficar ai falando pra não fazer, ate porque se quiser vai fazer e ninguem vai ver...
    O texta esta muito bom Mari, parabens!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Kato! Concordo plenamente.
      PS: Sua visita é uma honra inenarrável!

      Excluir